Como fazer um CV enquanto estudante universitário
Como fazer um CV enquanto estudante universitário
CV para residente universitario

Fazer um CV como estudante universitário envolve um grande desafio: ser um bom candidato com pouca ou nenhuma experiência profissional. Se já te deparaste com aquela folha de papel em branco e não sabes o que escrever para provar que és o candidato certo, nós ajudamos-te.

Ao contrário de quem já está no mercado de trabalho há alguns anos, os estudantes têm de confiar nas suas competências, qualidades, voluntariado e resultados académicos. Mesmo os teus estágios, cursos e atividades extracurriculares que demonstrem as tuas competências são úteis.

Apresenta-te

Adiciona uma breve descrição ao teu CV. Inclui o que estás a estudar, quais são os teus objectivos profissionais e o que podes fazer pela organização a que te candidatas. Concentra-te no que podes oferecer ao empregador e não tanto no que o empregador pode fazer por ti.

Coloca esta secção no topo do teu CV e tenta que não exceda as 3 ou 4 linhas. Trata-se de uma breve apresentação que não deve aborrecer o leitor. O teu objetivo é causar uma boa primeira impressão e convidar a uma leitura mais aprofundada.

Criar um formato funcional

Em vez de dares tanta importância à experiência profissional, cria secções que realcem as tuas competências, qualidades e realizações pessoais e académicas. Se não tiveres muita experiência profissional, este formato ajudar-te-á a centrares-te no teu potencial, minimizando a tua experiência profissional limitada.

Para aumentar as tuas hipóteses de sucesso, recomendamos que alinhes as tuas competências e qualidades com os requisitos do emprego a que te estás a candidatar. Desta forma, farás com que o empregador veja que possuis todas as ferramentas e conhecimentos necessários para preencheres a vaga. E isso pode encorajá-lo a dar-te a oportunidade.

Cuidar da ortografia e da gramática

Um CV com erros ortográficos e gramaticais causa uma má impressão. Acima de tudo, faz com que o teu CV pareça pouco profissional e desleixado. Para evitares estes erros, depois de redigires o teu CV, envia-o a um amigo para que o leia e te ajude a detetar eventuais erros ortográficos ou gramaticais que te possam ter escapado. É preferível que o teu amigo o leia do que o teu potencial empregador.

Faz uma lista dos teus resultados académicos e actividades extracurriculares

Para começares a organizar as tuas informações, aconselhamos-te a fazer uma lista de todos os teus resultados académicos e actividades extracurriculares em que tenhas participado. De seguida, pensa em quais deve incluir no teu CV de acordo com as competências ou conhecimentos exigidos para o emprego.

Nesta fase, não te preocupes se não tiveres ganho nenhum prémio ou medalha na universidade. Podes incluir atividades tão simples como ser voluntário num projeto universitário, ser professor assistente, dar explicações a estudantes mais novos ou ser membro de um clube universitário.

Até mesmo a obtenção da melhor nota final numa disciplina pode dar pontos extra. Especialmente se a matéria estiver relacionada com as competências necessárias para o emprego. A chave é destacar o que pode fazer de ti um bom candidato.

Concentra-te nas tuas habilitações literárias e competências

Se a secção relativa à tua experiência profissional for muito curta ou inexistente, o melhor é concentrares-te nas tuas habilitações e competências. Não incluas apenas os teus estudos universitários atuais, mas também todos os cursos e workshops que frequentaste. Pensa em tudo o que estudaste que possa ser útil para a empresa e em como te preparaste para assumir o cargo.

Na secção “Competências“, inclui todas as competências técnicas que porias em prática no emprego. Por exemplo, se souberes utilizar um software específico, como o Microsoft Excel, o Photoshop ou o Corel Draw, e se algum destes for considerado uma vantagem para a vaga, não te esqueças de o incluir.

Recomendamos também que incluas a secção Qualificações. Esta secção reúne as tuas melhores competências, especialmente se corresponderem às do candidato perfeito. Trabalho em equipa, comunicação assertiva, gestão de crises, liderança, criatividade… são alguns exemplos das qualidades que podes destacar sobre ti.

Atenção aos pormenores

Se vais publicar uma fotografia de rosto, certifica-te de que tem um aspeto profissional, com vestuário adequado e uma aparência amigável. Também é importante que a fotografia tenha um bom enquadramento e uma boa iluminação para que o teu rosto seja visível e o empregador fique com a imagem correcta de ti.

Idealmente, deve ser visto desde o rosto até aos ombros e deixar algum espaço em branco à tua volta. Não queremos uma fotografia com a testa ou o queixo cortados.

Outro pormenor que deves ter em atenção é o teu endereço de correio eletrónico. É preferível que o teu endereço de correio eletrónico seja o nome próprio + apelido @gmail.com. Isto terá um aspeto mais profissional do que o endereço de correio eletrónico que criaste quando tinha 13 anos, com alcunhas, sinais e números.

Se não conseguires criar um endereço com o teu primeiro e último nome, tenta alternar o primeiro e último nome, adicionar a inicial do meio ou o último nome, ou adicionar apenas um ponto final ou hífen entre os dois.

Segue estas dicas para criares o melhor currículo de estudante universitário que qualquer recrutador já viu!

Mais
artigos

Últimos quartos disponíveis


Contacta-nos +34 699 232 014

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Ano Académico
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Ano Académico
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Ano Académico
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Ano Académico
Curso 23/24 – Semestre

Curso 22/23


Curso 22/23 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Ano Inteiro
Curso 23/24 – Ano Académico
Curso 23/24 – Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 22/23


Curso 22/23 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Ano Inteiro
Curso 23/24 – Ano Académico
Curso 23/24 – Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre

Curso 23/24


Curso 23/24 – Segundo Semestre
Curso 23/24 – Menos de um semestre